11 novembro 2013

15º Capítulo − Eles não gostam de mim. ✓



– Obrigada, Professor…? - Demetria ficou pensativa.
– Demi, poderias dizer-nos o que estás a tentar fazer?
– Concordo com a cabeçuda, já está na hora de desenrolar a fita. – Selena fuzilou Trace com os olhos.
– Não! Deixem de ser curiosos. – Demetria cruzou os braços. No momento que Demetria terminou de falar, Selena saltou para Trace, o apelido dado por ela não seria o melhor de todos.
– Sel para com isso. Não achas que já estás demasiado crescida para isso?
− Demi, − Selena parou de bater em Trace e compôs as suas roupas. − Tu tens razão… Olha, o Nick vem aí. Demi, estou bem?
– Fabulosa como sempre. – Demetria analisou-a da cabeça aos pés.
– E aí pessoal? – Nick parou entre Selena, que suava de nervosismo, e Demetria.
− Tudo mal. – Demetria bocejou.
– Por quê Demetria?
− Primeiro: sono, segundo: aturar estes dois, − Apontou para Trace e Selena. − E terceiro: chamaste-me por Demetria. – Demetria fingiu um choramingado, Nicholas, Trace e Selena riram.
– Melhor assim, Demi? Olá, Sel. Estás muito linda hoje. Olá, Trace e tu és…? – Nicholas obrigou-se a lembrar daquela garota, mas nada.
– Miley, irmã do Trace, dezassete anos a namorar um príncipe grafiteiro. – Miley sorriu-lhe.
– Não liguem, ela é doente pelo namorado.
– Trace! Cala a boca que fazes melhor papel. – Trace levantou as mãos em sinal de rendimento.
– A tua irmã não tem nada a ver contigo. Vamos ficar todos na mesma turma?
– Que te parece Caracóis? – Nicholas olhou sério para Trace. Mesmo a piada tendo vindo dele, Trace não conteve o riso.
Wednesday, 04:34 P.M. Saint Elizabeth School, Texas
– Como foi a escola, Maddie? – Demetria sentou-se no banco do condutor desligando o seu telemóvel/ celular.
− Foi, digamos, − Madison procurou a palavra mais adequada possível. − Normal. – Madison deu de ombros, Demetria perguntava-se se se deveria preocupar, talvez estivesse a exagerar. Depois de segundos de tensão compartilhada entre ela e ela mesma, pôs fim à sua própria tensão conversando descontraidamente com Madison.
– Que me dizes de uma festa só para nós, na quinta-feira? Quando chegarmos da escola? – Demetria sorriu e olhou para a sua irmã através do espelho do carro.
– Estás a falar a sério? Tipo brigadeiro, Nutella, luta de travesseiros e assim? Mas porque queres fazer isso?
– Eu estou prestes a casar, nesta sexta-feira. E tu és o meu anjinho, minha boneca. Eu preciso de te mimar mais que nunca. – Demetria sabia que as palavras que acabavam de sair da sua boca eram pouco, ela sabia…
– Demi, eu quero que saibas, que não importa a distância. Vais ser sempre a minha tartaruga. – Madison falou com fluência, com inocência… − Agora, eu preciso de fazer os deveres da escola e descansar um pouco. – Madison pegou na sua mochila e abriu a porta do carro.
– Muito bem Sr.ª Madison, eu vou subir também. – Demetria e Madison subiram, cada uma foi para o seu quarto.
Wednesday, 04:47 P.M. De La Garza’s House, Texas
– Ora bem. – Demetria colocou alguns dos muitos materiais que possuía em cima da sua secretária. − Vai ser mesmo esta. Sr. Shakespeare, espero que esteja preparado.
Wednesday, 07:31 P.M. De La Garza’s House, Texas
− Demi? – Dianna bateu à porta do quarto de Demetria. − Não vais fazer o voluntariado? Ou desististe?
– Eu desço já! Só estava a terminar um trabalho para a escola. – Demetria arrumou apressadamente tudo na sua mochila e gavetas.
– Ok. Vou descer, Demi. – Dianna aparentava estar triste.
– Não, espere! Eu desço consigo. – Demetria calçou uns sapatos aleatoriamente. Mãe e filha desceram e Demetria foi para o Orfanato.
Wednesday, 07:45 P.M. Orphanage, Texas
– Bom Tarde Sr.ª Nina. Já posso entrar? – Demetria cumprimentou Nina e debruçou-se sobre o balcão.
– Por favor, só Nina, claro. Mas só uma coisa, como foi o encontro com a menina? – Nina descansou os olhos do computador.
– Apenas uma coisa Nina. As aparências iludem. − Nina ficou pensativa, mas a sua expressão depressa mudou para uma outra que despertava que tivesse corrido bem. Demetria olhou para o relógio, pronunciou um “Até Já” e foi para o quarto 10.
– Olá, Pérola. – Demetria sorriu.
– Demi!!! – Pérola correu e abraçou as pernas de Demetria.
– Uau, calma! Como estás? – Demetria baixou-se na altura de Pérola.
− Agora que chegaste, melhor é impossível. O que vamos fazer hoje?
– Eu pensei ir até ao jardim. Que te parece? – Demetria expressou uma careta, rezava para que Pérola concordasse.
– Mas vão todos fugir. Eles não gostam de mim.
– Estás comigo, não estás? Então, vamos enfrentar os que estão lá fora juntas. − Pérola acenou um tímido sim. Pérola agarrou a mão de Demetria, atravessaram o corredor que estava um pouco vazio, por conta de quase todos estarem no jardim a brincar.

Continue….
Desculpem o atrasado,
Normalmente publico no domingo, mas esse domingo não deu, porque minha irmã estava cá, então.
Eu fiz um canal no YouTube, que envolverá os seguintes temas:
1º Desenhos
2º DY’s
3º Maquilhagem
4º Vlogs
E eu queria a vossa opinião, para mais ideias.


Bjs.

6 comentários:

  1. minha Cissy eu voltei.que saudades eu estava das suas historias.ta perfeito como sempre.e essa historia de vlog?quero ver posso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tartaruga!
      Em relação ao canal eu não fiz nada, só quero opinião, se for bem recebido eu começo.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Quanto sai o próximo capítulo??

      Excluir
    2. Eu acho que Domingo à noite (Horário de Portugal)
      Bjs Diva

      Excluir